Muito bom te ver aqui

8 de março de 2012

Dia internacional da Mulher

Felicidades a todas mulheres


















Ajude : ALERTA DAS ABELHAS - AJA AGORA! http://corderosachoque22.blogspot.com/2011/01/silenciosamente-ao-redor-do-mundo.html

8 comentários:

Sandra Lima disse...

Parabéns pelo Dia da Mulher, Lígia! Felicidades!
Beijos

Janeisa Tomás disse...

Lidia querida, vim te solicitar que atualize o link do Brasil do Bem entre os teus blogs amigos, pois o mesmo está desatualizado e aponta que está parado há 5 meses, o que não é a realidade, pois atualizo diariamente. O link atual é este:
http://www.brasildobem.net/
Obrigada e um beijo!
Janeisa

Cynthia (Astroterapia Junguiana) disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Luma Rosa disse...

Oi, Lídia!!
Todos os dias são dias!
Felizes dias!!

Sac do Amor disse...

Uma semana otima cheia de coisas boas!

Vim convida-la para curtir nossa pagina no Facebook:

http://www.facebook.com/pages/Sac-do-Amor-Seu-Problema-%C3%A9-Nosso/357521907622757

Te vejo lá!

Beijus

Mauro S disse...

Oi Lídia, neste 2012 diminuístes as postagens ou sou eu quem não tenho passado mais aqui?
O que podemos fazer?
Saudades dos teus posts e comentários mútuos.
Beijos e ótimo final de semana.
Mauro (K e C)

Mauro S disse...

E parabéns pelo dia que a mulher comemora como seu dia, porque todo o dia é dia dela, um beijo a todos.
(Comentando a postagem)

Sandra disse...

Hoje é domingo e estou passando para deixar o meu abraço e a minha alegria a você.
Que Deus te ilumine a semana que se aproxima.
Nossa amizade é mais ou menos assim...

Poema do amigo aprendiz
Quero ser o teu amigo. Nem demais e nem de menos.
Nem tão longe e nem tão perto.
Na medida mais precisa que eu puder.
Mas amar-te sem medida e ficar na tua vida,
Da maneira mais discreta que eu souber.
Sem tirar-te a liberdade, sem jamais te sufocar.
Sem forçar tua vontade.
Sem falar, quando for hora de calar.
E sem calar, quando for hora de falar.
Nem ausente, nem presente por demais.
Simplesmente, calmamente, ser-te paz.
É bonito ser amigo, mas confesso é tão difícil aprender!
E por isso eu te suplico paciência.
Vou encher este teu rosto de lembranças,
Dá-me tempo, de acertar nossas distâncias...
Pe. Zezinho SCJ.
Com muito Carinho,
Sandra