Muito bom te ver aqui

8 de maio de 2016

Carta


Mãe, hoje resolvi fazer uma coisa que nunca fiz pra você... Uma carta, aqueles bilhetinhos no dia das mães não conta tá? Então lá vai.

Oi mãe,
Não sei por que esse ano a saudade é imensa, mal cabe no meu peito, há se eu soubesse como a vida seria tão vazia sem você, eu teria aproveitado mais a sua presença.

O Rafael casou, o Vinicius esta feliz com o quarto novo, e já respondendo a uma pergunta sua, sim, ele esta comendo direitinho.

O Didjo ainda sente saudades de seu feijão, minhas irmãs estão bem, sempre vivemos entre tapas e beijos, amando e odiando (risos) ainda nos reunimos em datas especiais como você ensinou, mas devo confessar que não e a mesma coisa, acho que ainda fazemos isso em homenagem a você.

Seus netos, netas e bisnetos sempre que se reúnem, você é  sempre lembrada como muito amor e adoração.
A tia Elza esteve doente e a Ângela sempre fala de você com carinho.

O pai esta dando um pouquinho de trabalho, mas é normal, ele sente muito sua falta, ele usa a sua aliança no dedinho.

Esse ano a asma me pegou pra valer, mas estou melhorando.

Eu sei mãe que você deve saber de tudo isso, sei que você sempre que pode está nos vendo e cuidado de nós junto com a Cibele, acreditar nisso me consola.

Amanhã é dia das mães, por isso resolvi lhe escrever para te dizer que você foi a melhor mãe do mundo, que te amo e sinto sua falta, o mais importante, quero te dizer “Obrigada” por tudo, te amo muito.

Acho que vou fazer isso mais vezes, apesar do nó na garganta, das lágrimas, dos suspiros, agora estou me sentindo bem melhor, como e bom falar com você, eu consigo sentir você aqui no meu lado lendo esta carta, e tão bom te sentir mesmo que seja por uma fração de segundo.
Feliz dia das Mães te amo


Pra você!
Nem sei porque você se foi
Quantas saudades eu senti
E de tristezas vou viver
E aquele adeus, não pude dar
Você marcou em minha vida
Viveu, morreu na minha história
Chego a ter medo do futuro
E da solidão, que em minha porta bate
E eu                  
Gostava tanto de você
Gostava tanto de você
Eu corro fujo desta sombra
Em sonhos vejo este passado
E na parede do meu quarto
ainda está o seu retrato
Não quero ver pra não lembrar
Pensei até em me mudar
Lugar qualquer que não exista
o pensamento em você...
E eu
Gostava tanto de você
Gostava tanto de você

2 comentários:

✿ chica disse...

Te lendo, me emociono! Que linda carta e forma de conversar com ela.. LINDA! Tocante!


Lindo e feliz domingo por aí! bjs, tudo de bom,chica

Silvia C. disse...

Escrevo tantas cartas que nuna mando.... é uma forma de terapia, né?

=^.^=