Muito bom te ver aqui

10 de outubro de 2012

Menina de 14 anos e uma ameaça a o grupo radical talibã no Paquistão



Por incrível que pareça uma menininha de 14 anos e uma grande ameaça ao um grupo radical talibã no Paquistão, eles resolveram isso atirando da menina.

 Fiquei imaginado que esse grupo e muito corajoso, muito macho, afinal e precisa ter muita coragem para pegar um grupo de homens armando ate os dentes e atirar em uma menininha de 14 anos desarmada, realmente precisam ser muito homem para isso.

Sou contra a interferir nos costumes e tradições, culturas de outros países, mas como não se envolver e se indignar com uma covardia dessas?
Alias, eu não acredito que uma religião peça para matarem mulheres indefesas, isso e coisa do ser humano que interpreta as coisas ao seu favor, e nisso que eu acredito.  

A única mensagem que esse grupo me passou além da covardia e eles tem medos das mulheres e que eles não querem o fim da escravidão das mulheres nesse pais , isso ficou bem claro com essa covardia !

Essa e a foto da grande ameça


Ativista de 14 anos em estado grave depois de ataque talibã

Malala Yousufzai foi atingida a tiro na cabeça e nuca. Em causa, a sua luta pela defesa dos direitos das meninas frequentarem a escola no Paquistão




A ativista paquistanesa de apenas 14 anos Malala Yousufzai encontra-se em estado muito grave depois do ataque de vários homens armados que dispararam sobre ela, enquanto seguia na carrinha da escola, esta terça-feira. A jovem encontra-se hospitalizada, depois de uma operação que durou cerca de duas horas e meia para remover uma bala alojada na nuca, esta manhã de quarta-feira no Hospital de Islamabad, na zona norte do país.


«Inshallah [Deus queira] que ela sobreviva», disse Mumtaz Ali, médico neurocirurgião que a operou, juntamente com outras duas colegas também baleadas, citado pela «CNN». 

O ataque, que atingiu Malala na cabeça e nuca, foi reclamado pelo grupo radical talibã no Paquistão, através do seu porta-voz, Ihsanullah Ihsanque, que comanda aquela região e que acusa a jovem de ser «anti-talibã» e secular. 


«Ela tornou-se o símbolo da cultura ocidental na região. E estava claramente a propagandeá-lo», disse Ihsanque ao «New York Times», acrescentando que, se Malala sobreviver, será novamente um alvo dos talibã. «Que este ataque lhe sirva de lição», avisou o porta-voz do grupo extremista.
Leia mais
Ajude : ALERTA DAS ABELHAS - AJA AGORA! http://corderosachoque22.blogspot.com/2011/01/silenciosamente-ao-redor-do-mundo.html

2 comentários:

Dircineia Assis Ribeiro disse...

Realmente é difícil até de comentar...

Dama de Cinzas disse...

Esse povo desses países são meio doidos. Acho que é um verdadeiro castigo nascer mulher nessa região do planeta.

Beijocas