Muito bom te ver aqui

31 de janeiro de 2011

Brastemp, não e nenhuma Brastemp

Vejam que idéia maravilhosa , cliente cansado de ser enganado pela Brastemp faz um vídeo pedindo que todos ajudem a divulgar , e é claro que eu não ficarei e fora e voce ? acredito muito no poder do povo.







6 comentários:

Daniel Savio disse...

Eu vi o video, mas ele tem de realmente de proteger os próprios direitos, sendo que ele deveria ficar com as notas do que foi gasto e pedir reembolso / danos morais...

Fique com Deus, menina Lidia Ferreira.
Um abraço.

♥ Vanda ♥ disse...

A Brastemp já não é mais uma Brastemp...
Eu prefiro Eletrolux!

Denise disse...

Tenho uma máquina de lavar roupas da Brastemp. Essa é da época em que Brastemp era sinônimo de qualidade, tanto que a tenho a mais de 10 anos, e nunca tive problemas [melhor falar baixo]. Agora, minha geladeira... Em menos de 2 anos pifou duas vezes. Só dor de cabeça.. Se pifar a terceira, juro que jogo fora e compro outra, de outra marca obviamente...
Esse cidadão tá super certo, tem que protestar mesmo. As empresas vão ter que mudar suas atitudes, pq hoje temos a internet, essa ferramenta maravilhosa pra protestar, e com um excelente alcance.
Bjs

Silvia 'Sam' Cássivi disse...

Eu vi esse video!
Ele ta mais que certo de protestar dessa forma, expor a empresa.....só assim dá jeito, infelizmente

Andre Martin disse...

Oi Lidia,

Ele foi corajoso e está correto em querer fazer valer seus direitos, apesar do prejuízo.

Isto é um caso típico do que eu chamo de "A quem recorrer?". É fato que, se ninguem reclamar e exigir seus direitos, todos irão nos tratar assim. Só depois de muito chiar, que recebemos alguma atenção, muitas vezes partindo para a ameaça ou processo mesmo. Mas tudo isto leva e toma muito tempo... Só que se TODOS forem corretos e gritarem quando o calo for pisado e direito de cliente e consumir não for atendido, então as empresas ficaram alertas e reagirão (positivamente, espera-se) diante da primeira reclamação.

Agora, penso que ele não deveria ter esperado tanto, já que a coisa é tão urgente. Ele também poderia ter solicitado intermediação da revista PRO TESTE, sendo associado (é barato e vale a pena), que nestes casos as empresas costuma dar uma resposta e solução mais prontamente.

O PROCON já foi bom um dia e resolvia, hoje é só burocrático e as empresas nem ligam muito.

A IMPRENSA sim, esta é nossa última esperança: uma má imagem rouba muito mais clientes do que uma boa imagem consegue trazer.

Mariana disse...

Assisti a entrevista com este grande cidadão.
Exemplo de brasileiro.