Muito bom te ver aqui

16 de julho de 2010

Desabafo


                      (  Chora mais uma vez a nossa velha e desespera Deusa da Justiça )

As sinto raiva de mim, pois tenho 47 anos e já devia esta acostumada com a violência das nossas cidades, mas não consigo sempre que vejo a dor de uma mãe ou pai La vou eu me colocar no lugar, e choro junto e depois me revolto
Mas sei também que a cada violência minha opinião muda, hoje não me contento mais em fazer passeatas pela paz, ou pedir não a violência fazendo com as mãos o símbolo de um pombo, isso não me satisfaz mais
Estou cansada como tanta impunidade, e pais matando filhos, filhos matando pais, Homens matando mulheres, bandidos matando por puro prazer, e o pior de todos os crimes a impunidade por ser rico, veja o caso Pimenta Neves assassino confesso esta em liberdade e ninguém neste Pais consegue prende-lo,e quando conseguimos prender um assassino ,eles ficam pouco tempo na cadeia
Hoje chorei ao assistir no Jornal nacional mais um pai chorar pela perda do seu filho que foi assassina na escola, morreu segurando um lápis, uma bala atingiu seu coração, um garoto de apenas 11 anos de vida

( essa imagem e da 
Deusa da justiça)

Quando perguntado ao pai do garoto de quem seria a culpa se dos bandidos ou dos Policiais
O pai respondeu que isso não importava saber, o que interessava e saber que seu filho estava morto e que seu filho agora era apenas uma estatística, só mais uma estatística
O que disser a esse pai? Que não e bem assim, que foi um lamentável acidente?
Como eu gostaria de disser isso, mas não e verdade, todos sabemos que dentro de poucos dias tudo será esquecido, afinal agora temos copa do mundo para nos preocupar
Só uma pergunta não quer calar, como a cidade do Rio de Janeiro não consegue proteger uma criança dentro da escola, como ela vai proteger os turistas? E esse pergunta não e só para o Rio de Janeiro e para São Paulo e outras cidades
Por isso a única saída e o nosso voto consciente, ensine seus filhos a votar, não reeleja ninguém, vamos tentar limpar o congresso, chega de voto útil, façamos isso não por nós, mais pelos nossos filhos e netos
Vamos lutar por:
Justiça igual para todos
Prisão perpetua para assassinos com serviço forçado

Leias mais duras para menores assassinos, redução da maioridade da pena


Sei que só isso não basta , mais pode ser um caminho 



http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2010/07/menino-de-11-anos-e-atingido-por-bala-perdida-e-morre-no-rio.html







21 comentários:

Daniela disse...

Lidia, eu tive ontem conhecimento desse caso e vi a foto do menino que faleceu dessa forma tão trágica hj... apesar de não ter sido o primeiro, acho que nós não devemos olhar para o caso como se fosse mais um... porque não é.. é um vida que se foi, um garoto com um futuro pela frente e com certeza com muitos sonhos.. foi brutalmente interrompido. isso é triste e espero que Deus console a família... e claro que a justiça dos homens seja feita tb, pq isso não pode ficar impune.
um beijo e se cuida!

Sandra Botelho disse...

É amiga as coisas estão cada vez piores e isso lógico se deve as nossas leis serem tão frouxas ou as vezes tão complexas.
Tenha um lindo final de semana. Bjos achocolatados

Elaine Barnes disse...

É minha amiga. A indignação com a violencia está no olhar estarrecido de todos nós. Nem sei mais o que dizer,está tão difícil caminhar com segurança. Qualquer um agora sem motivo sai atirando...Ninguém se preocupa com o próximo. As drogas tem ligação direta com a violência.Ninguém tem liberdade!
Bem,vim também convidá-la a participar da blogagem coletiva dia 19/07 no blog Diário de Bordo
"Auto-estima e o Feminino"
http://diariosdebordo-2.blogspot.com/2010/07/blogagem-coletiva.html
Vamos! Montão de bjs e um final de semana maravilhoso!

Jakeline Magna disse...

Saudade de vc

meus instantes e momentos disse...

Ao estado, infelizmente interessa esse tipo de situação. Vivem disso, se alimentam disso. Fazem a politica suja deles a partir daí...
A violencia, as balas perdidas, a seca no Nordeste, as chuvas, as bolsas isso e aquilo,a miseria , a fome...faz parte desse contexto. Infelizmente é assim. Uma pena mas é assim .....
e as eleições estão aí, e nada muda, nada vai mudar.
E o povo Ó....
maurizio

Mauro S disse...

Oi Lidia, vi hoje a uma hora no Jornal Hoje a noticia sobre este assassinato, mais um, e a culpa é do povo, é do povo porque não levam a sério o voto, acham piada, não votam certo ou vão atrás de promessas nunca cumpridas, a culpa é do povo, é da gente que fica na frente da tv rindo do candidato X ou Y, ou pela asneira dita do político A ou B.
Ninguém grita, ninguém faz nada.
Matam como se aqui fosse uma cidade sem lei, e depois cai no esquecimento e ninguém faz nada, ou por ser copa do mundo ou por um outro assunto que toma conta da mídia, e olha, é só coisa ruim, nada te enche os olhos.
Dá nojo!
Nós poderíamos gritar através de nossos blogs, eu até tentei pedir por segurança, mas não dá nada, e ninguém lê.
Eles não se importam, o negócio é visitar o mundo.
E as balas seguirão por aí rondando as cabeças de quem quer viver.
Este ano tem eleição, mas não temos opções, são sempre os mesmos, precisavam novos nomes surgirem para podermos votar melhor, estes são os mesmos, a coisa está ruim, ruim e difícil, como disse, sem opções.
Que culpa tenho, ou você tem ou outro cidadão de nós temos se queremos segurança, viver e criar quem amamos em paz?
Que culpa é esta?
E ninguém quer ouvir, ninguém nos ouve, mas quando chegam as eleições correm para apertar a mão do palhaço, mas é hora do basta, é hora de lutar pela vida, minha amiga, simplesmente CHEGA!
Chega de mortes, de assassinatos, de violência, eu quero paz!

Beijos.

Ana Lúcia disse...

É minha amiga tá difícil viver com tanta barbaridade...
Quero te convidar para uma brincadeira lá no meu blog o http://simplesmenteandando.blogspot.com/.Espero que goste, grande beijo e um bom domingo.

Aleska disse...

Não fique com raiva de si não! Você está certa não adianta apenas fazer passeata pela paz, acredito que o mundo precise de uma revolução cultural, e nisso você pode ajudar! Todas as pessoas podem ajudar umas as outras, por mais que se tenha consciência dos próprios defeitos e da nossa falibilidade,somos mestres uns dos outros, seja por gestos ou ações. Mesmo que depois nos sitamos perdidos com as provações do dia-a-dia e vejamos nossas ideias enfraquecidas, sempre poderemos vencer de novo se formos um povo unido! Não desista nunca!
eu tinha vindo pra te chamar para uma blogagem coletiva no dia 19 desse mês, amanhã rss(acabei de ver) sobre auto-estima e o feminino Se quiser participar está super convidada! Beijos.

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Gostei do blog!

Conheça a minha revista digital
CINZAS E DIAMANTES.

Ela promove informação e divertimento
como também difunde arte de qualidade e formação cultural,
combinando criatividade e inovação.

O número 4, de julho, homenageia a arte e a história espanhola.
De Lorca ao Flamenco,
da ópera Carmen a Guerra Civil de 36,
da Movida Madrilena a Imigração Clandestina.


www.cinzasdiamantes.blogspot.com

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Gostei do blog!

Conheça a minha revista digital
CINZAS E DIAMANTES.

Ela promove informação e divertimento
como também difunde arte de qualidade e formação cultural,
combinando criatividade e inovação.

O número 4, de julho, homenageia a arte e a história espanhola.
De Lorca ao Flamenco,
da ópera Carmen a Guerra Civil de 36,
da Movida Madrilena a Imigração Clandestina.


www.cinzasdiamantes.blogspot.com

Geisa Machado disse...

Oi Lidi!
Ainda bem que vc não se acostumou a violência e fica indignada com estes noticiários. Ficar insensível a esta violência significa ser também violento. Um psicopata ou um assassino são insensíveis a isso e por isso são o que são.
Na minha opinião não adianta ter um voto consciente nas eleições. Não conhecemos, de fato, nenhum dos candidatos para votar corretamente. E o pior, estes candidatos saem do povo e o povo (na sua maioria) ainda tem idéias muito primitivas a respeito de cidadania e honestidade. Quanto as eleições, eu anulo o meu voto há anos. Isso não vai resolver a questão, mas é uma forma de protesto. No passado, as pessoas fizeram passeatas e gritaram protestando sobre várias coisas e não adiantou muito. Pra mim, a única saída é reestruturar o ser humano conscientizando-o sobre a importância de alguns valores. Isso é um assunto complexo, demorado e dá "muito pano pra manga". Enquanto isso não acontece, infelizmente, iremos assistir esta situação piorar cada vez mais. São os tempos do apocalipse (a profecia se concretizando).
Querida, eu entro no msn, mas raramente estou online. Porém, estou sempre vendo quem está e não vejo vc. Talvez a hora que vc entra eu não estou no computador. Eu gostaria que vc me ajudasse no blog e acho mais fácil se vc me deixar seu tel. pelo meu email (que está no meu blog). Aí te ligo e conversaremos, ok? Realmente não sei como arrumar o cabeçalho. Obrigada por me oferecer a sua ajuda e eu a aceito siiiimmmmmm.rsrsrs
Bjussss

Bordados e Retalhos disse...

Lidia é de chorar mesmo. Onde vamos parar, não sei. Fico pensandona dor deses pais e sofro também. Amiga deixo um abraço apertado de carinho pra vc.

Bordunga disse...

Olá,
Primeiramente, parabéns pelo blog, todos os textos que li me passaram sensibilidade sem tamanho! Encontrei o seu blog procurando o "Rebeca e Jota Cê", me encantei e já me tornei sua seguidora, mas não encontrei o deles (sou uma blogueira iniciante!), será que vc pode me passar o endereço deles? Aproveite e passeie pelo meu blog tb, quem sabe vc gosta?!
Mais uma vez, parabéns pelo seu blog.

Abração,
http://bordunga.blogspot.com

Socorro Melo disse...

É lamentável. Também fico indignada e triste com a violência que a cada dia toma rumos assustadores.
Acho que o caminho é por aí mesmo, Leis mais rígidas, e punições, usando-se o mesmo peso e a mesma medida, para todos.

Feliz dia do amigo!

Socorro Melo

Mariana disse...

tens razão, concordo com o teu protesto.
Nossos filhos não estão seguros em lugar nenhum.

Pérola disse...

Feliz dia do amigo amada.
Beijokas.

Clecilene Carvalho disse...

Amigos - Vinícios de Moraes

Tenho amigos que não sabem o quanto são meus amigos.
Não percebem o amor que lhes devotoe a absoluta necessidade que tenho deles.
A amizade é um sentimento mais nobre do que o amor, eis que permite que o objeto dela se divida em outros afetos, enquanto o amor tem intrínseco o ciúme, que não admite a rivalidade.
E eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores, mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos !
Até mesmo aqueles que não percebem o quanto são meus amigos e o quanto minha vida depende de suas existências ...
A alguns deles não procuro, basta-me saber que eles existem.
Esta mera condição me encoraja a seguir em frente pela vida.
Mas, porque não os procuro com assiduidade, não posso lhes dizer o quanto gosto deles. Eles não iriam acreditar.
Muitos deles estão lendo esta crônica e não sabemque estão incluídos na sagrada relação de meus amigos.
Mas é delicioso que eu saiba e sinta que os adoro, embora não declare e não os procure.
E às vezes, quando os procuro, noto que eles não tem noção de como me são necessários,de como são indispensáveis ao meu equilíbrio vital, porque eles fazem parte do mundo que eu, tremulamente, construí,e se tornaram alicerces do meu encanto pela vida.
Se um deles morrer, eu ficarei torto para um lado.Se todos eles morrerem, eu desabo!Por isso é que, sem que eles saibam, eu rezo pela vida deles.
E me envergonho, porque essa minha prece é, em síntese, dirigida ao meu bem estar. Ela é, talvez, fruto do meu egoísmo.
Por vezes, mergulho em pensamentos sobre alguns deles.
Quando viajo e fico diante de lugares maravilhosos,cai-me alguma lágrima por não estarem junto de mim,compartilhando daquele prazer ...
Se alguma coisa me consome e me envelhece é que a roda furiosa da vida não me permite ter sempre ao meu lado,morando comigo, andando comigo, falando comigo, vivendo comigo, todos os meus amigos, e, principalmente, os que só desconfiam - ou talvez nunca vão saber -que são meus amigos!
A gente não faz amigos, reconhece-os.


LEMBREI-ME DE VC E VIM DESEJAR FELIZ DIA DO AMIGO.

Clecilene Carvalho disse...

Amigos - Vinícios de Moraes

Tenho amigos que não sabem o quanto são meus amigos.
Não percebem o amor que lhes devotoe a absoluta necessidade que tenho deles.
A amizade é um sentimento mais nobre do que o amor, eis que permite que o objeto dela se divida em outros afetos, enquanto o amor tem intrínseco o ciúme, que não admite a rivalidade.
E eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores, mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos !
Até mesmo aqueles que não percebem o quanto são meus amigos e o quanto minha vida depende de suas existências ...
A alguns deles não procuro, basta-me saber que eles existem.
Esta mera condição me encoraja a seguir em frente pela vida.
Mas, porque não os procuro com assiduidade, não posso lhes dizer o quanto gosto deles. Eles não iriam acreditar.
Muitos deles estão lendo esta crônica e não sabemque estão incluídos na sagrada relação de meus amigos.
Mas é delicioso que eu saiba e sinta que os adoro, embora não declare e não os procure.
E às vezes, quando os procuro, noto que eles não tem noção de como me são necessários,de como são indispensáveis ao meu equilíbrio vital, porque eles fazem parte do mundo que eu, tremulamente, construí,e se tornaram alicerces do meu encanto pela vida.
Se um deles morrer, eu ficarei torto para um lado.Se todos eles morrerem, eu desabo!Por isso é que, sem que eles saibam, eu rezo pela vida deles.
E me envergonho, porque essa minha prece é, em síntese, dirigida ao meu bem estar. Ela é, talvez, fruto do meu egoísmo.
Por vezes, mergulho em pensamentos sobre alguns deles.
Quando viajo e fico diante de lugares maravilhosos,cai-me alguma lágrima por não estarem junto de mim,compartilhando daquele prazer ...
Se alguma coisa me consome e me envelhece é que a roda furiosa da vida não me permite ter sempre ao meu lado,morando comigo, andando comigo, falando comigo, vivendo comigo, todos os meus amigos, e, principalmente, os que só desconfiam - ou talvez nunca vão saber -que são meus amigos!
A gente não faz amigos, reconhece-os.


LEMBREI-ME DE VC E VIM DESEJAR FELIZ DIA DO AMIGO.

Jakeline Magna disse...

Oiiii Lidiaaaaa tem uma brincadeira para ti neste link : http://selinhosjakelinemagna.blogspot.com/2010/07/cartao-vermelho-vai-para.html

Se quiser participar...
Beijos da Jake...

Zeze Mendez disse...

"A gente não faz amigos, reconhece-os."
(Vinícius de Moraes)
Feliz Dia do Amigo!!

Daniel Savio disse...

Lidia, só vamos conseguir mudar isto quando deixar de jogar a culpa nos outros, pois não digo que a politica seja a única responsavel pelo episódio (bem como a policia), mas nós também ao deixarmos tudo por conta da ambição da banda podre e esquecermos que temos de atuar de forma fiscalizadora os que elegemos...

Fique com Deus, menina Lidia.
Um abraço.