Muito bom te ver aqui

19 de abril de 2010

Qual a diferença entre Isabella Nardoni e Pedrinho ?


Caso parecido com o Isabella Nardoni causa polêmica


Mãe e o padrasto foram acusados pelos maus tratos que levaram Pedrinho, de 5 anos, à morte. O casal foi julgado esta semana.

Um caso parecido com o da menina Isabella Nardoni provoca polêmica no interior de São Paulo. Em Ribeirão Preto, a vítima foi Pedro Henrique, o Pedrinho, de 5 anos. Mãe e o padrasto foram acusados pelos maus tratos que levaram o garoto a morte, e julgados esta semana. 
O casal foi condenado a sete anos e não ficou um dia sequer na cadeia. A Justiça decidiu – na segunda-feira passada - que Kátia Marques e Juliano Gunello foram os autores de maus tratos contra Pedro Henrique, de 5 anos. O casal pode recorrer em liberdade.

Kátia é mãe do menino e Juliano, padrasto. Pedrinho morreu em 12 de junho de 2008. 
Comentário :  Quando teremos uma justiça igual para todos ? 

Fonte : Fantástico 







11 comentários:

Silvia C. Barbosa disse...

É assim que a justiça olha para os pobres. Vergonhoso.
Beijos

Meri Pellens disse...

Isso é lamentável. A diferença é q esse casal foi acusado por tortura apenas, enquanto os Nardone por homicídio. Aí a pena muda. É Brasil... Aff...........

Olha, mudei o endereço do meu blog para: meripellens.blogspot.com Isso é constrangedor, mas estou mais tranquila sem a preocupação de ter que renovar domínio ano após ano.

Porém, com essa mudança, os seguidores perderam o link de atualizações!!! Pois o Blogger só redireciona se mudar para domínio próprio. Por tanto, para voltar as atualizações no reader ou painel do Blogger tem que atualizar lá nos seguidores também.

Enfim, esta é uma das coisas que só eu sou capaz de fazer. Desculpe mesmo. Um dia me internam.

Boa semana e bjos na alma!

Felina Mulher disse...

Triste, não consigo imaginar isso de uma mãe!


Um beijo.

Pelos caminhos da vida. disse...

Aqui no Brasil? Será que teremos? Tenho minhas dúvidas.

Bom dia amiga.

beijooo.

Taia Assunção disse...

Isso também me intriga, se a imprensa e a opinião pública não estiver em cima as coisas não fluem, por outro lado se tiver repercussão na imprensa as vezes isso faz com que tenhamos um opinião antecipada sem antes ter certeza se todos os fatos foram averiguados. Foi o tempo em que podíamos acreditar nas pessoas, como disse o Cembranell: "Eu não acredito nas pessoas, eu acredito nas evidências. Pessoas mentem, evidências não!" ...beijocas!

Mariana disse...

para mim não há diferença, ambos mataram inocente e que deveria ser amada e protegida pelos assassinos.
Eu não acredito na justiça dos homens.
Boa semana para ti e um grande abraço.

Pérola disse...

A pergunta q ñ quer calar,ñ saberia jamais te responder.
Beijos amada.

Clecilene Carvalho disse...

Triste fato...
Não consigo entender - aceitar NUNCA.
O fato é que a justiça é literalmente cega.
A mãe que deveria cuidar... É capaz de permitir tal agressão.

Se não era raiva... Então era o quê. Isto é tortura SIM.

Mauro S disse...

Oi Lidia, muito precisava mudar neste país, mas nossos políticos deveriam querer isto, mas pelo jeito nunca há espaço para temas como saúde, segurança e educação, e mais uma criança é brutalmente tirada da vida.
Até quando?

Daniel Savio disse...

Pior de tudo, teve um caso parecido com a Isabella, mas nem teve repercusão com o mesmo...

Por isso que só acredito que a justiça vai ser feita quando não houverem casos parecidos.

Fique com Deus, menina Lídia.
Um abraço.

Everson Russo disse...

Minha querida amiga,,,obrigado pelo carinho e pelo apoio a esse meu novo projeto,,,fico feliz, se realmente desejar um exemplar é so me enviar um email para,,,, evr.russo@uol.com.br beijos de bom dia pra ti e obrigado pelo cairnho