Muito bom te ver aqui

21 de junho de 2009

Anatel proíbe Telefônica de vender assinaturas do Speedy

A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) vai proibir, a partir da semana que vem, a habilitação de novas assinaturas do serviço de banda larga Speedy. A medida, que tem caráter cautelar, será publicada no "Diário Oficial da União" na segunda-feira, 22.

A decisão deve durar até a prestadora comprovar para a Anatel que está tomando medidas para melhorar a qualidade do serviço e para coibir novas falhas. A expectativa da Anatel é de que isso seja feito em 30 dias. A empresa registrou seguidas panes nos primeiros meses deste ano.

Se descumprir a medida, a empresa pode ser punida com multa de R$ 15 milhões, além de R$ 1.000 por assinatura habilitada. Além disso, a Telefônica deverá publicar comunicado informando a situação aos consumidores.

A decisão teria sido tomada pelo conselho da agência em reunião na quarta-feira.

A Telefônica informou que "não teve conhecimento oficialmente" do caso, por isso não se manifestou.

Atualmente, a Telefônica tem cerca de 2,6 milhões de usuários do Speedy no Estado de São Paulo. No primeiro trimestre, foram cerca de 100 mil novas assinaturas, de acordo com a empresa de consultoria Teleco.


Fonte: Nerd Inside

Um comentário:

Andréia Santana disse...

Oi Lidia! Li seu email, e não precisa se desculpa de nada, eu repassei aquele selo para todos que acompanha meu blog. Fique a vontade para copiar e repassa-lo.
Quanto a telefônica, eu fui uma que reclamei junto a Anatel contra a telefônica, porque eu pago por uma banda larga e ultimamente tenho uma conexão de discada. Essa empresa tem que ser multada mesmo!!!
Bjks